Sobre mim

É sempre difícil falar sobre nós mesmos. Os sites pessoais de opinião, os que não expõem banalidades, geralmente descrevem seus autores através de suas titulações e atuações. Pois bem, sou professor de Geografia formado pela UFSC, porém comecei a dar aula somente depois de quase cinco anos de formado. Paguei minhas contas por muito tempo com o meu trabalho como servidor técnico-administrativo da Educação Federal, mas também já trabalhei formal e informalmente em outros empregos diferentes. Fiz e faço sempre que dá outros cursos de curta duração, de extensão, e pós-graduação, e desde 2013 curso Serviço Social na UNIFESP. Meu currículo, no que se refere ao viés acadêmico, ainda bem modesto, pode ser visto clicando aqui.

Tenho alguma experiência em prestar concursos, diversos deles, e desde 2013 me aproximei também da temática do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Agora, como professor de Ensino Fundamental, tenho me apropriado dos chamados vestibulinhos das Escolas Técnicas Estaduais (no caso do estado de São Paulo), Institutos Federais, CEFETs e Escolas Agrotécnicas. Neste sentido, gostaria de ajudar principalmente estudantes que frequentam cursinhos comunitários e jovens trabalhadores(as) que procuram ser autodidatas: é claro que me proponho a ajudar pessoas a atingir resultados, mas para além de resultados em provas o que procuro promover é o aprendizado. Pois se há aprendizado, muito provavelmente o resultado vem com o tempo. Pode ocorrer que o(a) candidato(a) saiba o conteúdo contudo satisfatoriamente mas simplesmente "fica nervoso(a)", e é claro que já pensei nisto.

No tocante menos profissional, mais pessoal, conheci o idioma esperanto em 2002, do qual me tornei entusiasta por muito tempo. Hoje, atuando de maneira bem menos ativa, continuo delegado da Associação Mundial de Esperanto em minha cidade e tirando dúvidas e divulgando o idioma sempre que possível. O esperanto me despertou interesse em outras línguas, fazendo-me aprender o espanhol também de maneira autodidata. Hoje quero aprender o italiano e finalmente o inglês, mas não pretendo parar por aí. Neste sentido, gostaria de ajudar pessoas como eu, sem nenhuma habilidade especial para o aprendizado de línguas e não cursa - por qualquer motivo - escolas de idiomas.

Finalmente, não é segredo que o ser humano é um "ser político". Logo, opiniões políticas - que sejam transversais às temáticas nas quais proponho me embrenhar e que não estejam restritas somente à "pequena política" - também estarão aqui.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!